sábado, 28 de agosto de 2010

O que dizem de nós - 1

Simpático e encorajador comentário de uma grande amiga.


Percebo que será mais uma montagem de sucesso de A Barraca com direção de Hélder Costa. Oportuna a denuncia dos crimes justo no centenário da República. Elenco maravilhoso!!

Fernanda Quindere in facebook

Ensaio de Dança 2

video

Ficha Artística e Técnica 2010

HELDER COSTA – texto, encenação, espaço cénico, luz, programa
PEDRO MASSANO – animação gráfica
MARIA DO CÉU GUERRA – figurinos
BRUNO COCHAT – coreografia
ALEXANDRE DELGADO – selecção musical de Luís Freitas Branco, Frederico de Freitas, Stravinsky
JOSÉ CARLOS PONTES – adereços e apoio técnico
FERNANDO BELO – luminotecnia
RICARDO SANTOS - sonoplastia

Elenco
RITA FERNANDES - Berta Maia
CÉLIA ALTURAS - Condessa de Ficalho, Millan Astray, corista, marinheiro
VÂNIA NAIA - Condessa de Tarouca, corista, marinheiro, poetisa Fernandinha, jornalista, Sra Maria
LUIS THOMAR - Abel Olímpio, o Dente de Ouro
ADÉRITO LOPES - Carlos da Maia, marinheiro, D. Fonseca, Almada Negreiros
JOÃO D’ÁVILA – Rudolph, Alfredo da Silva, Barbosa Viana
PEDRO BORGES - Gastão Melo Matos, marinheiro, Salazar
RUBEN GARCIA – Raul Proença, Augusto Gomes, Raul Leal , D. Afonso XIII,
SÉRGIO MORAS - Padre Lima, António Ferro, Virgílio Pinhão
SÉRGIO MOURA AFONSO – Jaime Cortesão, Carlos Pereira, corneteiro, Mimoso Ruiz

Camponeses
Marinheiros
Coristas


Relações Públicas e Produção: Elsa Lourenço e Inês Costa
Secretariado: Maria Navarro
Costureira: Inna Siryk
Montagem: Mário Dias

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Segundo dia de ensaios

Segundo dia de ensaios. Já em palco relembrando as marcações para a maioria e a  integração dos novos actores: Adérito Lopes, Célia Alturas e Vânia Naia. O Ruben Garcia - ao centro na foto - já na procura da espectacularidade do seu personagem.

Os crimes ditos misteriosos

Os crimes de 19 de Outubro de 1921 ficaram na História com o nome "A Noite Sangrenta". E aliado a esse nome ficou sempre uma ideia posteriormente acarinhada pelo ditador Salazar: nunca se havia descoberto quem tinham sido os mandantes desses crimes. O que é inacreditável, e como é possivel acalentar e defender esse "mistério" quando o livro de Berta Maia e posteriores declarações e confissões à policia indicam claramente que tudo teve origem numa conspiração Monárquica acolitada pelo padre Lima e com o apoio de Alfonso XIII, Rei de Espanha que declarava na Cortes que era necessário invadir e tomar Portugal! Aliàs, essa manigancia é tão descarada que basta recordar que Salazar nas suas ditas campanhas eleitorais (contra Norton de Matos), assustava com cartazes citando a data e os nomes dos assassinados e com este texto: Há 24 anos,a Demagogia assassinou os precursores da República...QUEREIS QUE SE VOLTE A ESTA DESORDEM? Será que nenhum destes factos reais e não SUBJECTIVOS, não chegam para abrir os olhos aos cultores do tal "INSOLUVEL MISTÉRIO"?

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Começaram os Ensaios

Começaram os ensaios do espectáculo "O MISTÉRIO DA CAMIONETA FANTASMA". Com texto e encenação de Helder Costa e figurinos de Maria do Céu Guerra, o espectáculo será desempenhado pelos actores:
João D'Ávila, Luis Thomar, Rita Fernandes, Célia Alturas, Vânia Naia, Adérito Lopes, Pedro Borges, Ruben Garcia, Sérgio Moras e Sérgio Moura Afonso.

23 de Agosto

Dia 23 de Agosto recomeçamos os ensaios do próximo espectáculo :O misterio da Camioneta Fantasma, obra escrita a partir de um assassinato politico ocorrido no fim da 1ª Republica. É uma interessante reconstituição da época, que volta a cena em Outubro para as Comemoraçoes da Republica


de facebook a Barraca Teatro em 16/8